domingo, 10 de março de 2013

Floresta Negra



Floresta Negra



Os Alpes Suíços ficaram para trás, o depósito já está atestado,  é hora de colocar a  mochila às costas, e partir rumo à Floresta Negra...



Schwarzwald (Floresta negra)
... A Floresta mágica!


Coberata de abetos e espruces altos, a Floresta Negra é uma das mais belas regiões da Alemanha. A Área não é só famosa pelos seus relógios de cuco, a Kirschwasser (licor de Kirsch) e a Schwarzwalder Kirsschtorte (torta de cerejas da floresta negra).
No passado já os Celtas e mais tarde os Romanos desfrutavam das qualidades terapêuticas das águas das fontes locais. Aliás, as nascentes dos rios Danúbio e Neckar situam-se aqui. A região também é um paraiso para os amantes do esqui, alpinismo, caminhadas, asa-delta e vela.












 Um local ideal para os amantes do ar livre e do dolce far niente. Os romanos deram-lhe o nome de “Floresta Negra”, os irmãos Grimm e a sua “Casinha de Chocolate” tornaram-na encantada....
Os séculos passaram e ela assim continua.... Linda, misteriosa, única!











Aqui respira-se magia.... 
Experimenta....entra na floresta  por um dos trilhos, deixa-te envolver pelo misticismo...
Aqui é necessário sentir, a mente tem de estar aberta para se perceber o  mundo mágico da Floresta Negra! 
Sim, porque  a Floresta vem referida no Mapa, o GPS até a encontrou, mas na realidade ela não é mais que um cenário de histórias de encantar, um bosque mágico, algures no limbo entre o sonho e os contos infantis.
É isso que faz dela um local encantador!


















A Floresta tem  ar de lenda, tem cor de magia, tem cheiro de
mito. Foi pintada  a verde e  a sépia... encontra-se parada no tempo, algures entre a época das fadas...














Com duzentos quilómetros de extensão e cinquenta de largura, a Floresta Negra é a maior zona verde do país e situa-se no  estado de Baden-Württemberg.











Foram os  pinheiros altos, tão altos que parece que vão tocar o céu  que lhe deram o nome...
É fácil ver porquê!



Orla da Floresta




Dizem os locais, que quando anoitece nos devemos afastar da Floresta...
E contam histórias de duendes e fadas, de princesas e gnomos!... 
Histórias de magia!
... Aqui sonha-se com um mundo encantado!
Por vezes quase  posso jurar que vi pequenas fadas a brilhar que espreitavam por entre as árvores...
Ou seriam apenas raios de sol que teimosos conseguiam penetrar pelas copas?
Não sei... mas quero acreditar que vi fadas!:-)








... E quando anoitece deixamos a floresta, a brisa suave e fresca transporta até nós o som de pequenos sininhos e risadas, parece que a magia voltou à floresta...
Será a festa das fadas?
...Ou será o som das ovelhas nas pastagens?


Voltemos à realidade...
 Freiburg im Breisgau espera por nós!







Freiburg im Breisgau.





Os condes de Von Zahringen instalaram-se aqui pela primeira vez em 1120. A cidade que mais tarde pertenceu aos condes von Urach, enriqueceu com o tempo e, em 1368, tornou-se livre e colucou-se voluntáriamente sob a protecção dos Habsburgos. Marshal Vauban fortificou a cidade no século XVII, quando Freiburg pertenceu por pouco tempo à França. Desde 1805 que faz parte de Baden. Situada entre Keiserstuhl r Felberg, é uma entrada natural para o sul da Floresta Negra.




Flores no mercado de Freiburg




Os Bache
Desde a Idade Média que canais rápidos se estendem pelas ruas, escoando o excesso das águas superficiais  e fornecendo a água necessária à extinção dos incêndios frequentes.






E claro que esses canais também são aproveitados para a  pequenada se divertir!





 Freiburg é uma cidade universitária, tem um ambiente calmo e descontraído!
Convêm ficar por aqui pelo menos dois dias!
... Vale a pena!



O centro histórico não tem carros









Fato típico da Floresta Negra











A magia está implícita em tudo... Até na rua se encontram pessoas a "levitar"!  ;)








Freiburg medieval foi destruída pelos bombardeamentos durante a Segunda Guerra Mundial, hoje tem um centro histórico interessante, com edifícios reconstruidos muitos deles à imagem das fachadas medievais!
Fora do centro já se encontra uma arquitectura contemporânea.






Durante o Verão pode assistir a diversos espectáculos ao vivo na praça principal.










E porque o dia já vai longo, e o estômago já começa a estar impaciente, sentamo-nos  numa esplanada e apreciamos a gastronomia local... 


Pernil de porco crocante


Vitela com batatas gratinadas e legumes


Maçã frita com gelado e frutas frescas

Schwarzwalder Kirsschtorte (torta de cerejas da floresta negra).



A seguir a uma bela refeição, o melhor é mesmo uma caminhada!
E nesta cidade, boas opções  não faltam...


Fonte na Munsterplatz


Fonte na Munsterplatz


Pormenor da Fonte na Munsterplatz







Bonitos edifícios na Munsterplatz




Kaufhaus

Concluída em 1520, com arcadas de rés-do-chão e empenas ricamente decoradas, a  kaufhaus  (à letra casa de compra) era usada pelos comerciantes para reuniões, conferencias e festividades animadas.



kaufhaus



kaufhaus


kaufhaus


Edifícios da cidade com a Floresta Negra ao fundo.



A catedral (c. 1200-1513) que começou como uma basílica romântica, foi terminada no estilo gótico francês. No seu interior encontra-se o altar-mor original de Hans Baldung Grien.



Catedral



O pórtico da catedral está coberto com uma rede de arame para o proteger dos pombos


Vitral da Catedral


Vitral da Catedral



Vitral da Catedral




Quando viajo, costumo encontrar quase sempre Portugueses que residem nos locais que visito, o que é uma alegria,  mas encontrar um  casamento de portugueses não estava nos planos...

Este casal resolveu "dar o nó" na Catedral de Freiburg...  Felicidade para os noivos!!!!!!






 Catedral


 Catedral




 Catedral

 Catedral



Martinstor

A porta de São Martinho faz parte das fortificações do Sec. XIII da cidade. O seu aspecto actual deve-se a obras realizadas em 1900.


A porta de São Martinho



Fischerau


Fischerau e a paralela Gerberau são duas bonitas ruas da cidade velha, que se estendem ao longo do curso de Gewerbebach.

Fischerau

Gerberau

Excelentes músicos de rua animam a esplanada enquanto bebemos uma bebida 









A deliciosa Kirschwasser



Anoitece... é hora de procurar um restaurante!




As opções para jantar são diversas e para todas as bolsas!!!!




Museu ao ar livre de Gutach



No museu ao ar livre perto da localidade de Gutach, os visitantes podem ter um contacto com a evolução da cultura da Floresta Negra ao longo dos Sec.
Varias habitações da Floresta Negra de várias épocas, foram trazidas para este museu. Aqui podemos ver a casa da costureira, do padeiro, do carpinteiro etc, etc...
As localidades organizavam-se entre si para poderem trocar bens e serviços de modo a poderem suportar os rigorosos Invernos!

A casa mais antiga da Floresta Negra "a Vogtsbauernhof" encontra-se em exposição neste museu.




A madeira é a rainha da Floresta Negra!
Aqui podemos ver uma escultura feminina com o fato típico da Floresta Negra.

















Actividades para crianças, aqui os mais pequenos aprendem como se lavava a roupa antigamente!










Vários monitores passam entrevistas aos antigos proprietários das casas mais recentes do museu.
















Demonstração de cozinha tradicional




A vogtsbauernhof - a casa mais antiga da Floresta Negra




















Por 1 € podemos provar pequenos pães com diversos sabores




Vários animais fazem as delicias de miúdos e graúdos.










Hora da sesta




























Demonstração de como se ordenha manualmente uma vaca









Pintura a óleo.
 O chapéu com pompons de lã vermelhos só podia ser usados pelas raparigas solteiras, as mulheres casadas tinham de usar o chapéu com os pompons de lã pretos.




Fatos típicos da Floresta Negra
















Os bancos inseridos na paisagem...




Artesanato com feno e madeira





Artesão trabalhando ao vivo no museu

No fim do dia não parta do museu, sem jantar, preços acessíveis e comida agradável.
A minha família optou por uma tábua de carnes frias, apesar de sermos três e estarmos cheios de fome 
não conseguimos comer tudo!
O pão é quentinho... acabado de sair do forno e estaladiço!





Como entrada uma manteiga de torresmos




O presunto da Floresta Negra é delicioso...


Schwarzwalder Kirsschtorte persegue-nos... Está em todo o lado, e mais uma vez não lhe conseguimos resistir!



Partida de Freiburg com destino a Baden-Baden, pela famosa estrada das cristas.
Ao longo do percurso podemos admirar a beleza de castelos encavalitados nas escarpas...






Baden-Baden escapou ilesa  aos bombardeamentos das duas guerras mundiais, o que explica 
o seu aspecto de cidade parada no tempo. Estância termal predilecta dos czares da Rússia, recebeu nomes como Marlene Dietrich, Stravinsky, Kissinger ou Elizabeth Taylor.


















CASINO DE BADEN-BADEN
Datado de 1838, é um dos mais sofisticados do mundo. A actriz Marlene Dietrich, antiga frequentadora, apelidou-o mesmo “como o mais belo do planeta”.
O escritor Dostoiévski foi também um dos famosos jogadores que por aqui passaram. Diz-se que a sua sorte à roleta não era muita, mas serviu-lhe de inspiração para “O Jogador".







Dicas:

A região da Floresta Negra é a zona com mais dias de sol em toda a Alemanha.
No Verão, entre Junho e princípios de Outubro, as temperaturas rondam os 21 graus e os dias de céu limpo são a maioria.

Friburgo é considerada a capital do sol da Alemanha, mas convêm levar capas para chuva.

O que comprar: Um relógio de cuco e muito Kitsch ...
(Eu fiquei-me só pelo Kitsch)

Não partir sem provar o presunto da Floresta Negra!

Onde Ficar: Para quem não quer gastar muito dinheiro,  o  Etap Freiburg Süd, é uma optima solução.
O Hotel é relativamente novo.
Se quiser gastar mais, encontra dezenas de hotéis de luxo!





É hora  atestar o depósito e colocar a mochila às costas rumo a Epernay...




1- Cinque Terre
2- Alpes Suíços
3- Floresta Negra
4- Epernay



Sem comentários:

Enviar um comentário

Printfriendly