terça-feira, 26 de abril de 2016

Colmar




Colmar

Considerada a capital do vinho da Alsácia, Colmar está inserida na "Route des Vins d'Alsace" que compreende uma rota na região vincula da Alsácia entre as localidades de Thann e Marlenheim. 

O centro histórico com a sua "Petite Venise", convida a um descontraído passeio de barco, a visitar o museu Unterlinden, a entrar nas suas pastelarias ou pequenos cafés e provar a cidra (ligeiramente alcoólica nas versões Doux - doce ou Brut - seca) acompanhada pelos doces típicos da região ou ainda beber Eau de Vie, uma espécie de aguardente produzida a partir de frutos. Almoçar num  Winstubs (taberna) que são o paraíso da gastronomia da Alsácia, e os locais indicados para se apreciar a verdadeira e típica comida Alsaciana acompanhada pelos seus  famosos vinhos ou ainda a jantar num dos sofisticados restaurantes onde alguns  chefs de renome elaboram patos requintados.
Tudo isto e muito mais faz do centro histórico medieval de colmar um lugar único.





Colmar é uma cidade com um charme inegável. Vaguear calmamente pelas ruas ou junto aos canais dos seus bairros românticos com casas medievais enfeitadas de flores, que mais parecem casa de bonecas, é a melhor forma de ficar a conhecer esta bela cidade.







































































 Schwendi Fountain

Representando Lazare de Schwendi, esta fonte foi construída  por Frédéric Auguste Bartholdi em 1898.
















São Church Martin

Construída entre 1235 e 1365 a Catedral de Saint Martin é um importante exemplo da arquitectura gótica da Alsácia. Devido a um incêndio na torre sul em 1572 ficou parcialmente destruída, tendo sido restaurada várias vezes. Em 1982, durante o restauro mais recente, nas suas fundações foram encontrados vestígios arqueológicos de uma igreja do ano 1000.




























Mercado de Colmar
















Koifhus ou velha  alfândega


O Koifhus é o edifício público mais antigo de Colmar.












Casa Pfister


Classificada como monumento histórico, a Casa Pfister é provavelmente a casa mais famosa  na cidade de Colmar. Foi construído em 1537 para o chapeleiro Ludwig Scherer que fez fortuna com o comércio de prata no Val de Liepvre. Apesar de suas características medievais, é o primeiro exemplo da arquitetura renascentista em Colmar. Com o seu canto oriel, dois andares, uma galeria de madeira, de torre octogonal e pinturas representando cenas bíblicas e seculares, a casa Pfister  tornou-se um símbolo de Colmar. 










A casa mais pequena de Colmar.

Esta pequena casa que se encontra entre os dois prédios maiores, tem entrada pela traseira e
resume-se a uma divisão, sendo considerada a casa mais pequena da cidade!




La Maison des Têtes

Um belo edifício do renascimento, deve o seu nome a cento e seis cabeças grotescas ou máscaras que enfeitam a rica fachada.
Actualmente o edifício funciona como hotel.
 









Notas

Clima:  Podemos visitar a  região da Alsácia  em todas as estações do ano. Possui Verões secos e quentes, com média de 25ºC. sendo os Invernos  frios.

Como chegar: Colmar situa-se entre Basel  e Strasbourg . Há uma ligação directa de comboio de ambas as cidades. Os aeroportos mais próximos são os de Basileia e Estrasburgo.


Sem comentários:

Enviar um comentário