terça-feira, 15 de setembro de 2015

Biarritz

Biarritz


Uma pérola no sudoeste da França!

Situada na costa Atlântica, ao sul de Aquitânia, Biarritz é uma antiga vila piscatória conhecida pela caça às baleias. Tornou-se, ao longo dos anos, um maravilhoso resort e mais recentemente num dos mais conhecidos pontos de encontro para o Surf.

herança Basca desta região é forte e faz-se sentir principalmente nos menus dos restaurantes e na arquitectura tradicional das casas. Aliás, foi esta arquitectura que deslumbrou Victor Hugo que, em 1843, descobriu a cidade e vislumbrou que um dia, esta, viria a ser uma cidade turística! E não é que ele estava certo? 
Napoleão III colocou Biarritz no mapa, quando em 1855, construiu para sua esposa, Eugénia de Montijo, uma residência de férias voltada para o mar. Aliás, o casal elegeu esta zona como o seu destino de férias durante a Revolução Francesa, fazendo do local  um reduto relativamente calmo para uma época de batalhas. Esta bela residência tornou-se num hotel, em 1893, e, ainda hoje, o Hotel do Palácio emana uma áurea Imperial.
A melhor forma para conhecer o Palácio e a bela cidade  é começar por uma visita ao Farol, datado de 1834, ainda em serviço, no cabo de St-Martin, extremidade Norte da cidade. A sul, a vista estende-se até ao ponto Rocher La Vierge - adornada com a estátua da Virgem Maria. Há ainda a vila dos pescadores, de onde partiam os barcos para a caça às baleias.






Biarritz, praias, surf e talassoterapia 


Existem inúmeras praias para conhecer, desde a pequena praia Marbella, onde as famílias se encontram, à praia Miramar no norte. A mais conhecida é a Grande Praia e a praia Costa dos Bascos, um pouco mais ao sul. 
Aqui verá muito surf! Quando, em 1957, Peter Viertel, argumentista de Hollywood e a sua esposa, Debora Kerr, chegaram a Biarritz para a rodar um filme, levando consigo as suas pranchas de Surf, trazidas do Havaí, nunca imaginaram que esse gesto daria um novo sentido para a cidade. Uma nova cultura floresceu.

Mas, Biarritz não é apenas um centro de Surf, tornou-se também um reconhecido e importante centro de talassoterapia. Desde 1970, com a instalação de dois grandes institutos, cerca de 400 pessoas, diariamente, procuram nesta cidade uma resposta aos seus problemas de saúde por meio de tratamentos com água do mar.









O Farol


Construído em 1834, a 73 metros acima do nível do mar, com 248 degraus, foi denominado como Farol Hainsartassim, devido aos carvalhos que predominavam à sua volta, hoje substituídos por tamaris.
O Farol é um marco que separa a costa arenosa de Landes da Costa rochosa do País Basco.








Na praia grande, suba o morro pelo lado esquerdo e encante-se com os recantos e pontes de Biarritz com vistas magnificas para o mar...
Siga sempre em frente rumo ao  Museu do mar e ao Rochedo da Virgem, passando pela igreja Sainte-Eugénie.
















Igreja Sainte-Eugénie


A igreja Sainte-Eugénie, foi construida em homenagem à esposa de Napoleão III,  a imperatriz Eugénie de Montijo.
Esta igreja neogótica de pedra cinzenta,  foi construída entre 1898 e 1903  no antigo local da Capela de Nossa Senhora da Misericórdia. A construção da torre começou em 1927 e os sinos foram instalados em 1931. 





Museu do Mar

O museu do Mar está instalado num  edificio art-deco, onde se podem observar mais de 150 espécies de peixes e animais aquáticos do Golfo de Gasconha.











O Rochedo da Virgem
(Le Rocher de la Vierge)



Napoleão III queria utilizar este rochedo como ponto de ancoragem do Porto de Refúgio que pretendia criar em Biarritz.
Antigamente o acesso ao rochedo era feito por uma ponte de madeira que mais tarde foi substituída por outra  feita de metal e idealizada por Gustave Eiffel.
O nome "Le Rocher de la Vierge" foi-lhe atribuído devido à estátua da Virgem instalada no seu cume em 1865.

Conta a lenda que numa tempestade um grupo de baleeiros perdidos no mar avistaram uma luz incandescente que os guiou até à costa. A luz vinha do cume deste rochedo.
Acreditando ser um milagre da Virgem, os habitantes resolveram fazer-lhe uma homenagem, mandando erguer a sua imagem no cume do rochedo. 























E claro que não pode perder uma cerveja bem gelada numa das muitas esplanadas da Grande Plage.... 






Dicas:


Eventos:

Maio: Festival de Teatro de Rua

Junho: Celebração do mar 

Julho: Groove, um Festival dedicado ao RAP 

Agosto: Festival de Música da Rip Curl Music 

Setembro: Le Temps d'Aimer – Festival de Dança

Outubro: Festival de Biarritz: cultura e cinema da América do Sul

Novembro: Celebrações tradicionais de Biarritz


Acessos:

Nós fizemos a viagem de carro, mas Biarritz tem excelentes acessos quer por avião ou comboio...

De avião:   Aeroporto Internacional de Biarritz: 3 km do centro; informação: 33(0)5 59 43 83 83 ou 05 59 43 83 59
Aeroporto de San Sebastian (Fontarrabie)  25 km de Biarritz ; tel: +34 9 43 66 85 00

De comboio: Gare SNCF de Biarritz
La Négresse: 3 km do centro. Tel: +33 (0)5 59 50 83 07

Onde dormir:


A nossa opção foi o Ibis Budget Ciboure Saint Jean de Luz, é barato, e tem um parque privativo de alta segurança para o carro. Esta localização permitiu-nos explorar a região ( San Sebastián, Biarritz e Bilbau).

Embora a água do mar não tenha uma temperatura comparável à do nosso Algarve ;) Biarritz não deixa de ser um local charmoso para se passar alguns dias de férias, saboreando a gastronomia local que é deliciosa....
Algumas informações turísticas rendezvousenfrance


1 comentário: