sábado, 8 de novembro de 2014

Bad Gastein e Liechtensteinklamm


Bad Gastein e Liechtensteinklamm 


Explorar Salzburger Land 

A maior parte da província está na bacia de Salzach, proporcionando condições excelentes tanto para desportos de Inverno como para caminhadas na montanha no Verão.  A  região tem muitas nascentes  e quedas de água, além das maiores grutas do mundo. Salzburgo, é a capital cultural e artística da província.

Esta é a primeira postagem que irei fazer sobre esta província Austríaca.
Foi a terceira vez que visitámos a Áustria, e mais uma vez o fizemos de carro,  para quem gosta do contacto com a natureza e de respirar  ar puro, este é o país perfeito.
O povo Austríaco é muito acolhedor,  sempre disponível para ajudar quem visita o seu país. Os Austríacos são animados, a musica faz parte do seu quotidiano  e cozinham maravilhosamente bem!
Este é um destino de férias que tem tudo para ser inesquecível, quer no Verão quer no Inverno! 





Uma das vantagens de visitarmos esta região Austríaca de carro, é podermos percorrer as estradas no interior dos magníficos campos alpinos, passando pelas pequenas povoações, falando com as suas gentes, conhecendo os seus usos e costumes e provando a sua gastronomia tradicional. É impossível não ficarmos apaixonados por este povo simples e culto que retira o seu sustento da terra!












Bad Gastein

As propriedades terapêuticas das nascentes minerais ricas em rádon em Bad Gastein e nos arredores eram conhecidas pelos Celtas e pelos Romanos, e foi quando cresceram as primeiras colónias no vale do riacho Gasteiner Ache. O vale prosperou no fim da época medieval e recentemente tornou-se um spa popular, com uma vasta lista de clientes incluindo a realeza, políticos e artistas.
Ao mesmo tempo, o vale desenvolveu-se  para ser um centro de desportos de Inverno fabuloso, com esqui para todos os níveis e snowboard.







Mesmo que não esteja interessado em passar algum tempo num spa, vale a pena visitar Bad Gastein  pois a estância é atravessada pelo Gasteiner Ache, que passa mesmo pelo seu centro numa série de bonitas quedas de água.






























Sugestões para passeios

* Na praça principal da vila, entre na Kaiser-Wilhelm-Promenade e caminhe pela margem direita do rio,  deslumbre-se com as magnificas paisagens!

* Tomando a Kaiserrin-Elisabeth-Promenade faça uma caminhada de cerca de 3 km até Bockstein. Esta localidade também é uma importante estância termal. Neste percurso tem um contacto directo com a natureza do vale.

* A cerca de 6 km de Bad Gastein, encontra o centro de esqui Sport Gastein. 




























A 5 km a sul de ST. Johann im Pongau   correm as águas torrenciais do Grobarler Ache pelo Liechtensteinklamm.


 Liechtensteinklamm


 Liechtensteinklamm, é um desfiladeiro com cerca de 4 km de comprimento e com paredes que atingem os 300 metros de altura. Apenas cerca de 1 km é visitável. A água que corre veloz, tem esculpido ao longo dos anos a rocha de xisto com veios de granito branco.

Em 1875 o Clube Alpino Pongau começou a  construir as infraestruturas para tornar Liechtensteinklamm visitável, mas a falta de fundos levou à interrupção da obra.  Com interesses na região devido à caça, Johann II  príncipe de Liechtenstein, doou 600 florins para que a obra fosse terminada. Quando a obra foi finalizada em 1876, foi-lhe dado o nome de Liechtensteinklamm  para homenagear o príncipe.







O  Liechtensteinklamm é visitado através de plataformas de madeira que nos conduzem ao longo de um km até uma cascata de cerca de 50 m.



O ideal  será visitar este desfiladeiro num dia de  sol,  porque os raios solares ao incidirem na água dão-lhe um tom  azul opala magnifico. Nós não tivemos essa sorte, neste fim de tarde do mês   de Agosto  o sol teimou em não aparecer!



































Dicas

Como chegar: 

Avião

Existem voos regulares para Salsburgo. O Aeroporto fica muito próximo da cidade e pode chegar facilmente ao centro de autocarro ou de taxi.

Carro

Esta foi a nossa opção, com a rota Portugal - Bordeaux - Zurich - Salsburgo.
Viajar de carro nas estradas Austriacas pode ser um verdadeiro prazer. As estradas estão muito bem conservadas, e as regras de transito são cumpridas.
Se vai conduzir na Áustria tenha em atenção que é proibido buzinar, a menos que seja para avisar os outros de perigo.
As auto estradas estão assinaladas com a letra "A" de Autobahn ou "E" de auto estradas Europeias, existem vias rápidas, e um rede de estradas secundárias que muitas vezes passa por regiões deslumbrantes.
O único inconveniente para quem viaja no Verão, é que todas as obras de conservação das estradas são feitas enquanto não existe neve, o que por vezes se torna aborrecido, mas se levarmos em consideração que estamos de férias e encararmos a situação com boa disposição podemos utilizar o tempo de espera a apreciar a beleza da paisagem que nos rodeia!
Quem entra de carro na Áustria deve comprar logo uma vinheta para as auto-estradas na fronteira, que tem de afixar no canto superior esquerdo do vidro da frente do carro. também se pode comprar em quiosques. As vinhetas são baratas e evitam-se multas pesadas. A desculpa do "sou turista e não sabia" não é aceite.  À entrada das auto-estradas tem a informação bem legível. Uma das formas que a policia Austríaca utiliza para   controlar as vinhetas nos carros é nas estações de serviço. Paramos para abastecer a viatura e quando voltamos a entrar na auto-estrada somos fiscalizados.
É obrigatório as viaturas terem uma mala de primeiros socorros e um triângulo. No Inverno é obrigatório os carros terem pneus de neve e correntes, que são fundamentais para andar em estradas de montanha.
O limite de velocidade é de 130 km/h nas auto-estradas e 100 km/h nas outras estradas. Nas povoações o limite de velocidade é de 50 km/h.
Tal como em Portugal, os condutores e os passageiros são obrigados a usarem sempre o sinto de segurança.
Os sinais escritos que convém saber são: Stau - fila de transito, Schnee - neve, Umleitung - diversão e Baustelle - obras. (Este último é o que ninguém quer encontrar).
Não é difícil conduzir nas grandes cidades e é fácil encontrar estacionamento (pago claro). Os parques de estacionamento estão indicados com a palavra "Parkhaus", Frei significa que há lugares disponíveis.


Para  Explorar Salzburger Land o ideal será ficar hospedado em  Salzburg, isso pemite-lhe ter mais contacto com esta bela cidade Austríaca e assistir a espectáculos à noite enquanto durante o dia explora a região.

Se viajar para Salzburg de avião, deve alugar um carro para visitar a região, é a forma mais cómoda e prática de o fazer. 

Onde dormir:

Aconselho a escolher uma gasthof para dormir. As gasthof nas zonas rurais são encantadoras... A maioria dos proprietários habitam na casa e alugam quartos, servem refeições deliciosas e são muito simpáticos e acolhedores. Os preços são muito mais acessíveis que nos hotéis.
Para quem viaja de carro, aconselho a escolherem uma  gasthof na periferia de Salzburg, pois os quartos são mais baratos.

Viajar com crianças

Em muitos hotéis as crianças até aos 12 anos não pagam, desde que durmam no quarto dos pais.  Nos transportes públicos as crianças até aos 15 anos pagam metade do bilhete. Os museus fazem descontos às crianças e a maioria dos restaurantes tem doses mais pequenas para a pequenada.

Estudantes
Os estudantes com cartão de estudante internacional ou identificação valida da universidade têm descontos nos transportes públicos nos museus e eventos desportivos. Existem muitas pousadas de juventude a preços muito acessíveis, encontram todas as informações no posto de informação turística da zona onde pretendem pernoitar.


Segurança

A Áustria é um dos países mais seguros da Europa. É pouco provável que os turistas encontrem qualquer  tipo de violência, no entanto deve ter alguns cuidados básicos normais, como ter cuidados com os seus bens e não os deixar à vista quando sai do carro, não deve pendorar as malas nas costas das cadeiras, nem perder de vista as mochilas, deve evitar colocar maquinas fotográficas e telemóveis em cima das mesas nas esplanadas dos cafés, etc...

Saúde

Se tiver um problema de saúde sugiro que se não for nada grave procure uma farmácia. Os  farmacêuticos  são respeitados e os habitantes locais procuram os seus concelhos.
Os habitantes da união europeia não necessitam de fazer seguro para receber assistência médica gratuita, no entanto aconselho que trate do Cartão Europeu de saúde.

Cartão Europeu de saúde

Antes de viajar para a Áustria (ou outro país da  Europa), dirija-se à segurança social e peça o cartão de seguro de doença gratuito. Se precisar de assistência, tem os mesmos direitos dos cidadãos desse país.
A Comissão Europeia criou o cartão europeu de seguro de doença (CESD), que substitui eventuais documentos para aceder a cuidados de saúde, em particular o modelo E-111.


Deficientes

A Áustria está muito bem equipada para receber turistas deficientes. Se conduzir deve ter o autocolante adequado e poderá estacionar gratuitamente nos lugares destinados a deficientes nos parques de estacionamento. Todas as casas de banho publicas estão adaptadas a deficientes e a maioria das atrações principais têm rampas de acesso.

Gastronomia

A cozinha Austríaca é variada reflexo dos tempos imperiais quando as tradições culinárias de muitas partes da Europa influenciaram os cozinhados do país.  O mais conhecido é o Wiener Schnizel um bife de vitela fininho, panado é delicioso! As sopas são saborosas e têm muitas vezes Knodel, uns bolinhos de massa. No Inverno são típicos os pratos de caça, como o lombo de veado ou o ganso assado.
O pão mais típico é o Semmel .

Doces

Pouco Países do mundo conseguem concorrer com a devoção da Áustria pelos doces. Os Austríacos comem bolos a todas as horas do dia.
Pastelarias não faltam na Áustria, onde se comem verdadeiras delicias acompanhadas por café bem quente. A maioria dos bolos são servidos acompanhados de uma dose generosa de natas batidas  (Schlagobers).
Dos bolos mais famosos destaco a Sachertorte, um bolo de chocolate recheado de geleia de alperce, foi inventado em Viena mas é servido por todo o país, o Apfelstrudel, uma massa folhada recheada de maçãs e passas de uva, a Linzertote uma massa doce de amêndoa com compota de framboesa ou groselha e decorada com tiras de massa, o Dobostorte um bolo de camadas de pão de ló e creme de chocolate, coberto com creme de caramelo.... etc...etc... são centenas de variedade que nos fazem salivar só de imaginarmos!

Bebidas

A Áustria é uma excelente produtora de vinho e de cerveja. O vinho na Áustria bebe-se antes de ter acabado de amadurecer, o Most, que se bebe no fim do Verão, é resultado da primeira fermentação da uva. No inicio do Outono, bebe-se o Sturm, uma bebida pouco alcoólica produzida na segunda etapa da fermentação, por fim serve-se o Heuriger, o vinho novo.
O Eiswein é doce e é produzido com as uvas que ficam nas videiras até às primeiras geadas.
Também são produzidos brandies de frutos de primeira qualidade, os Schnaps. 


De Salzburg como chegar a Liechtensteinklamm e  Bad Gastein:

Saida de Salzburg - Continuar sobre a B150 (Saída de Neu-Anif)- Seguir à direita : A10 / E55 em direcção a Graz Villach - Atravessar St Johann im Pongau - Saída de St Johann im Pongau - Atravessar Alpendorf- Chegada : Liechtensteinklamm

Saidade  Liechtensteinklamm - Sair de Jungfernsprung-Tunnel - Continuar sobre : Alpendorfstraße - Seguir à esquerda : B311 - Atravessar Gigerach-Brücke - Chegada a Bad Gastein

 









O Liechtensteinklamm está aberto desde o início de Maio até 30 de Setembro,  das 8:00 Horas às 18:00 Horas e  durante o mês de Outubro das 9:00 Horas às 16:00 Horas.
(o horário pode vir a sofrer alterações, convem confirmar numa oficina de turismo)  

Deve levar sapatos adequados para caminhar em piso escorregadio. 

Os parques de estacionamento estão situados à entrada do desfiladeiro. 



Boa Viagem! 










Sem comentários:

Enviar um comentário