segunda-feira, 2 de março de 2015

Cromeleque dos Almendres




Cromeleque dos Almendres

 

Classificado como monumento nacional, o Cromeleque dos Almendres é vulgarmente designado  de  "Stonehenge Português" pela imprensa e pelas pessoas que o visitam. O recinto megalitico dos Almendres é um dos maiores monumentos públicos da humanidade, e constitui o maior conjunto de menires estruturados da Peninsula Ibérica.






 

o Cromeleque dos Almendres, localiza-se na Herdade dos Almendres, num local designado por Pedras Talhas, pertencente à freguesia de Nossa Senhora de Guadalupe, no concelho de Évora. 








O sítio arqueológico é composto por diversas estruturas megalíticas, nomeadamente cromeleque, menir e pedras, tendo sido descoberto pelo investigador Henrique Leonor Pina, em 1964, aquando do levantamento da Carta Geológica de Portugal.
Abrangendo uma larga faixa cronológica, desde o Neolítico Médio até à Idade do Ferro (ou seja, desde finais do 6.º até inícios do 3.º milénios antes de Cristo), este sítio apresenta, entre outros elementos, um cromeleque de planta circular irregular, composto por 95 monólitos de granito (chegaram a ser mais de 100).
"Em relação aos monólitos propriamente ditos, eles possuem, no seu conjunto, forma almendrada", sendo alguns deles "de consideráveis dimensões", apesar "da preponderância dos de pequenas dimensões", realça a Direção-Geral do Património Cultural.
Quanto à decoração, alguns dos monólitos apresentam "as denominadas 'covinhas' ou linhas sinuosas e radiais".






















O cromeleque foi erguido  numa encosta suave, de onde se avista ao longe a magnifica  cidade de Évora.



































































Cromeleque dos Almendres: 38.557578,-8.061414


Cromeleque dos Almendres: 38.557578,-8.061414

Cromeleque dos Almendres: 38.557578,-8.061414

Sem comentários:

Enviar um comentário